- Publicidade -
28 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -
- Publicidade -

Fabrício Oliveira pretende privatizar a Emasa

A gestão Fabricio Satiro de Oliveira pretende privatizar a Empresa Municipal de Água e Saneamento, a Emasa, empresa superavitária que não teve bom desempenho no atual governo por incapacidade administrativa do prefeito e das pessoas que ele nomeou.

O grau da privatização ainda é desconhecido, pois o prefeito e seus cargos de confiança mantém segredo de algo que deveria ser debatido com a sociedade, publicamente.

O processo está sendo conduzido pelo grupo de empresários que ajudou a eleger Fabrício, o +BC.

Técnicos da MPB Engenharia, de Florianópolis, estão realizando os estudos para a privatização e, supostamente. sendo pagos pelo +BC.

Privatizar a Emasa só é bom para quem vencer a licitação, pois a empresa é lucrativa e já realizou quase todos os grandes investimentos necessários para fornecer os serviços de água e esgoto.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -