- Publicidade -
- Publicidade -
21.1 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

NEI Taquaras de Balneário Camboriú mudou metodologia de ensino e ganhou destaque nacional 

Mas o que leva uma escola pública municipal a tornar-se referência em qualidade no País?

As frequentes conquistas que vem destacando a equipe de profissionais do Núcleo de Educação Infantil Taquaras são resultado de um processo de mudança metodológica, iniciada há sete anos naquela escola.

Além de trabalhar coletivamente as metodologias, foi criado um programa de formação continuada interno, abrindo espaço para os professores ampliar as discussões em temas inerentes ao seu ambiente de trabalho, como infância, criança e docência na Educação Infantil. 

Ao longo dos anos, temáticas como protagonismo infantil, projetos investigativos, documentação pedagógica, educação integral e educação socioemocional foram sendo incorporadas ao Programa.

- Publicidade -
Francieli premiada semana passada em SP (Assessoria Educador Nota 10)

A coordenadora pedagógica Francieli Taborda, que ficou entre os nove vencedores do Prêmio Educador Nota 10 (a premiação aconteceu na semana passada, em São Paulo), disse que o trabalho da escola é reconhecido porque todos entenderam que era necessário mudar a forma de olhar para as crianças e suas infâncias, porque as práticas antigas estavam superadas.

“Neste sentido, passamos a investir em formação continuada dentro da nossa própria instituição, pois só o conhecimento é capaz de transformar pensamentos e quebrar antigos paradigmas, e compreendemos que as pedagogias participativas, aquelas que compreendem a criança como um ser ativo e potente, são as mais adequadas, pois procuram enxergar a criança em sua integralidade e singularidade. E é nessa criança criativa e ativa que acreditamos”, disse.

A educadora diz que os planos de trabalho se baseiam nas devolutivas e interesses apresentados pelos pequenos, sendo esta uma forma prazerosa de aprender, pois as investigações são pautadas nas hipóteses levantadas pelas próprias crianças, além de ser colaborativa, afinal as pesquisas são realizadas em conjunto.

O trabalho em equipe também foi destacado pela coordenadora.

“Compreendemos que a educação é feita de muitas mãos, então procuramos fazer com que  todo o planejamento conte com as vozes dos envolvidos no processo. O trabalho colaborativo e democrático faz com que todos sintam-se representados”, disse.

O reconhecimento chegou rápido

Dois anos depois das mudanças, o trabalho começou a ser reconhecido, o que vem acontecendo até os dias atuais. Acompanhe as principais conquistas:

De baixo para cima e da esquerda para direita: Francieli Taborda, Regina Galdino, Jaqueline Weiler, Alini Balthazar, Andrea Amâncio, Ana Sandra da Silva, Natalina Schitz, Odete Michels, Jéssica Reis, Andreia Longo, Kátia Rosa, Silvia Letícia. (Divulgação/NEI Taquaras)

*2018

-Professora Jaqueline Weiler foi selecionada e participou do Programa de Formação de Professores de Educação Básica, no Canadá.

Professora de Taquaras participa de capacitação no Canadá (bc.sc.gov.br)

- Publicidade -

*2020

-Artigo das professoras Jaqueline Weiler e Francieli Taborda aceito para a Revista de Humanidades Digitais da Universidade do Minho

Formação de professores em tempos de pandemia | H2D|Revista de Humanidades Digitais (uminho.pt)

*2022
Prêmio Educador Nota 10: Professora Jaqueline Weiler
Jaqueline Maria Alexandre Weiler – Prêmio Educador Nota 10 (premioeducadornota10.org)


-Prêmio destinado a escola – trabalho coletivo da instituição – https://youtu.be/c9u1MSJFCdw

Prêmio Territórios 2022 – Professora Jaqueline Weiler, Coordenadora Pedagógica, Francieli Taborda, Gestora, Regina Galdino

Escolas Premiadas – Prêmios Territórios (institutotomieohtake.org.br)

NEI Taquaras está entre as escolas selecionadas em prêmio nacional (bc.sc.gov.br)


*2023

-Seleção para ser uma escola residente no OBECI durante todo ano de 2023. A Residência Pedagógica do OBECI tem como objetivo contribuir na formação de professores e coordenadores pedagógicos da Educação Infantil e de ampliar a rede de profissionais e instituições que utilizam a abordagem do Observatório da Cultura Infantil – OBECI. Professoras selecionadas: Jessica Luana Teixeira dos Reis, Laila Aline Kreuzer, Jaqueline Weiler, Alini Cristina Pinheiro dos Santos. Coordenadora Pedagógica: Francieli Taborda

-Escola escolhida para fazer parte do Programa Global de Pesquisa-Ação

Escolas 2030 – Conheça o Escolas2030, programa global de pesquisa-ação que busca desenvolver e disseminar boas práticas para a educação de crianças e jovens.

Professoras envolvidas com o processo de formação da USP, vinculado ao Programa 2030 – Silvia Leticia Ribeiro da Silva, Jaqueline Weiler. Coordenadora Pedagógica: Francieli Taborda

-Prêmio Educador Nota 10

Vencedora: Francieli Taborda (Coordenadora Pedagógica) Gestora do Núcleo: Regina Célia Vieira Galdino

Prêmio Educador Nota 10: conheça os três vencedores da categoria inovação e tecnologia | Nova Escola

Professora de Balneário Camboriú entre os vencedores do Prêmio Educador Nota 10 (pagina3.com.br)

Segredo do sucesso: o trabalho coletivo

2022, Prêmio Educador Nota 10, Professora Jaqueline Weiler (de verde) (Assessoria Educador Nota 10)

A professora Jaqueline Weiler, uma das 10 vencedoras do Prêmio Educador Nota 10 ano 2022, disse que tudo isso é resultado de muito trabalho coletivo. Ela descreve como aconteceu todo esse processo coletivo que resultou em tantas conquistas e em novos aprendizados para os alunos da escola. Acompanhe:

“Definitivamente, não se trata do trabalho de uma ou duas educadoras que se destacam dentro da instituição, mas de um grupo que olhou com comprometimento e responsabilidade para os documentos mandatórios da Educação Infantil, inclusive para a Proposta Curricular Municipal, e resolveu colocar em prática.

Um grupo que se deu conta que nenhuma realidade é homogênea, e que, portanto, não há como importar modelos, mas é possível se inspirar.

Descobriram também, que o contexto que a escola está inserida pode e deve ser considerado nas práticas pedagógicas.

Que criança precisa ser respeitada, levada em conta, mas jamais ser abandonada, no sentido que não precise de orientação do educador.

Que os docentes precisam assumir autoria pedagógica e profissionalidade.

Que só é possível garantir qualidade na educação com um forte programa de formação continuada.

Que é preciso documentar com o mesmo empenho com que se planeja e executa as propostas.

Que é preciso criar estratégias para comunicar para o mundo o que é feito dentro da instituição.

Que não é possível negligenciar a integralidade das crianças, por isso, é preciso investir em educação emocional.

E descobriram, sobretudo:

Que escola não é lugar para decorar paredes com produções de adultos, é espaço legítimo para abrigar as produções das crianças.

É espaço para originalidade, autoria docente, protagonismo infantil.

Precisa ter e ser espaço para o brincar.

Que a docência na educação infantil é ampla, criativa, diversificada, investigativa e participativa.

É possível que seja por isso, que essa escola tem chamado a atenção do Brasil”, disse Jaqueline Weiler.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -