- Publicidade -
- Publicidade -
16.7 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Casa do Autista de Balneário Camboriú foi inaugurada

Foi inaugurada nesta manhã de sexta-feira (28) o Complexo Neurossensorial Casa do Autista, no Bairro dos Municípios. O evento contou com a presença de autoridades como o governador Jorginho Mello, Berenice Piana, militante co-autora da lei 12.764, sancionada em 28 de dezembro de 2012, que leva seu nome: a Lei Berenice Piana, que instituiu a Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com transtornos do espectro autista, e ainda a ex-primeira dama, Michelle Bolsonaro. 

O projeto atenderá gratuitamente a população infantil da cidade, de 3 a 12 anos e nível 1 e 2 de autismo. A expectativa é assistir 200 crianças, 100/turno (atendimentos no contraturno escolar).

Divulgação/PMBC

Na ocasião, o prefeito Fabrício Oliveira falou sobre a dedicação em cuidar das pessoas, e que a cidade tem diversos equipamentos turísticos que trazem pessoas do mundo inteiro, ‘mas que o coração está nos equipamentos que cuidam das pessoas’, como esse que tem 3,8 mil m², diagnóstico, atendimento multiprofissional, medicina integrativa, formação para pais e responsáveis, capacitação para a rede escolar, centro de convivência e centro de altas habilidades. Para isso, além de consultórios, áreas administrativas e laboratórios, o complexo dispõe de espaços inovadores e inclusivos, como o jardim e a sala sensorial, a sala psicomotricidade, a minicidade e as salas temáticas. 

“Um espaço que promove inclusão, que promove a inserção. Esta entrega não é só mais uma obra, mas ela eterniza nosso compromisso com as vidas, com as pessoas e com o próximo”, disse.

- Publicidade -
Divulgação/PMBC

O governador de SC, Jorginho Mello, apontou que os prefeitos das cidades de Santa Catarina precisam ir até a Casa do Autista. 

“Conhecer este equipamento, para se apaixonar e multiplicar nos municípios deles, equipamentos como este de inclusão e de coração”, afirmou.

A secretária de Inclusão Social, Ivanir Maciel, destacou que o governo municipal se preocupa com obras públicas, mas que se preocupa mais com a obra humana. 

“Quando achei que não poderia mais me surpreender, a prefeitura traz esse novo grande projeto”, comentou.

Na próxima segunda-feira (1), inicia a convocação das 50 primeiras crianças que serão atendidas na Casa e que já fazem parte da lista de espera da saúde. 

Em quatro meses, devem estar sendo atendidas 200 crianças. Atualmente, a listagem reúne 519 crianças, 436 delas com diagnóstico de autismo nível 1 ou 2.  

Divulgação/PMBC

A relação está disponível para consulta no site do município (bc.sc.gov.br – menu Serviços/Lista de Espera Saúde). Novos interessados (com ou sem diagnóstico médico) no suporte especializado oferecido no contraturno escolar pela Casa do Autista devem procurar alguma Unidade Básica de Saúde da cidade para os encaminhamentos necessários.

Até o fim do ano, a prefeitura espera abrir a Casa do Autista 2, no mesmo local, que atenderá crianças do nível 3 de autismo e diagnósticos tardios (saiba mais aqui). Por enquanto o Nível 3 será atendido somente pela AMA Litoral, que inaugurou sede própria esse mês, perto do Parque Ecológico.


Para receber notícias do Página 3 por whatsapp, acesse este link, clique aqui




- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -