- Publicidade -
24.2 C
Balneário Camboriú

Casal que foi despejado pede ajuda, Resgate Social diz que eles não aceitaram ir para Casa de Passagem

- publicidade -

Leia também

- Publicidade -

O Página 3 foi procurado por leitores que informaram sobre a situação de um casal que está na rua após serem despejados da casa onde viviam. Os dois são catadores de recicláveis e estão com seus dois cães. Por não quererem se desfazer dos animais, não aceitaram a ajuda da prefeitura [mesmo o albergue municipal aceitando os animais].

(Divulgação/PMBC)

Segundo populares, a maior preocupação do casal, que está dormindo na calçada, na Rua 600, entre as avenidas Do Estado e Quarta, na frente de um terreno baldio, é com os cães. Os cachorros viviam dentro de casa e não estariam acostumados com a rua, por isso eles querem encontrar uma nova família para os animais. 

“Eles moravam numa casa com a concessão de uma idosa, que faleceu. Os herdeiros chegaram com a PM e expulsaram com todos os pertences. A maior preocupação deles é com os cães, mais do que com eles mesmos”, disse uma leitora.

O que diz o Resgate Social

O diretor geral da Secretaria de Inclusão Social e responsável pela equipe do Resgate Social e Casa de Passagem, Roberto Pereira de Faria, informou que o casal está sendo assistido pelo Resgate e pelo CRAS (Centro de Referência da Assistência Social) desde a última semana. 

- Publicidade -

“Ofertamos para eles ajuda, para irem até a Casa de Passagem, e eles não aceitaram. Lógico, a gente entende, porque eles têm os animaizinhos, mesmo a gente aceitando que eles levassem os cães eles não aceitaram ir, querem ficar na rua”, conta.

Para que o casal consiga aluguel social (auxílio moradia) é preciso entrar com uma medida judicial. 

“Estamos dando marmita para eles, tem um vizinho deles que nos chama quando eles precisam. Mas eles precisam se permitir ser ajudados, a comunidade também está os auxiliando muito… infelizmente nós não temos como conseguir uma casa só para eles e levá-los até lá, tem que ser judicial isso, mas eles estão sendo assistidos por nós e pelo CRAS”, acrescenta.

- Publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -