- Publicidade -
29 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Manifestação em prol de cachorrinho morto com tiro de chumbinho pede por justiça

Aproximadamente 30 pessoas se reuniram na Rua 2.550, no sábado (4), para pedir justiça por Snow, o cachorrinho morto no início de novembro com um tiro de chumbinho (relembre aqui). O Página 3 cobriu a manifestação e conversou com alguns dos participantes.

“Vamos chegar ‘lá’”

Arlete Terezinha Blanck, uma das responsáveis por Snow

Manifestação em prol de cachorrinho morto com tiro de chumbinho pede por justiça (Renata Rutes)

“É graças a esse movimento que eu tenho certeza que vamos chegar ‘lá’. Sozinha realmente não iria para frente, começou de gota em gota e está aqui, copo cheio. Não só pelo Snow, mas por todos os animais maltratados. O ser humano precisa se conscientizar. Nós somos os racionais e eles, os animais, os irracionais, e não o contrário! 

Agradeço de coração, em nome da minha filha, porque o Snow era dela. Ela não tem condições de participar porque ainda dói muito. Nós agradecemos de coração, e vamos chegar ‘lá’, sim”.

“Nós não temos mais espaço para que crimes desse tamanho aconteçam”

Patrícia Ferreira, membro da diretoria da ONG Viva Bicho

“A Viva Bicho está junto nessa causa, lutando sempre contra os maus tratos, contra a impunidade. Balneário Camboriú não admite uma situação dessas, nós não temos mais espaço para que crimes desse tamanho aconteçam contra seres indefesos, fica aqui o nosso repúdio pelo o que aconteceu e a nossa gratidão pelas pessoas que estão acompanhando e pedindo justiça. 

Tenham certeza que esse crime não vai ficar assim e que sirva de modelo a todos os infratores, que entendam que isso não é mais admissível”.

“Balneário Camboriú não pode virar terra de impunidade”

Victor Forte, vereador de Balneário e engajado na causa animal

“Em pleno ano de 2021 não podemos tolerar maus tratos ou qualquer tipo de violência contra os animais. Me coloco à disposição, Balneário Camboriú não pode virar terra de impunidade. Estaremos lutando para que esse crime seja resolvido, que achem o responsável, e não vamos aceitar mais crimes assim em nossa cidade”.

“Não há justificativa nenhuma, é crueldade”

Egídio Ferrari, delegado de Blumenau que lidera a campanha ‘Cadeia para maus tratos’, em prol dos animais, em SC

“Eu queria primeiro demonstrar solidariedade à família e parabenizar todos pelo engajamento. Não é o delegado Egídio falando, até porque eu não investigo esse caso, mas tenho certeza que os colegas da Polícia Civil de Balneário vão se empenhar nessa investigação, eu vou conversar com eles, vou entrar em contato com os responsáveis pela investigação. 

Eu queria parabenizar pela movimentação, pelo engajamento, porque é o que faz diferença. Não há justificativa nenhuma, é crueldade. 

Sentimos muito quando a gente perde, é membro sim de nossa família. Vamos ter fé e esperança de que o caso será resolvido, e como falamos, é ‘Cadeia para maus tratos’! 

Que o responsável seja identificado e não esperamos menos que a prisão”.

Snow foi morto porque latiu (Reprodução)
- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -