- Publicidade -
- Publicidade -
29.2 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Jovens mortos em BMW serão velados juntos no interior de Minas Gerais

(UOL/FOLHAPRESS) – Os quatro jovens encontrados mortos dentro de um BMW, em Balneário Camboriú (SC), serão velados juntos em Minas Gerais.

O velório será realizado no ginásio do Jóquei Clube de Paracatu (MG). O horário ainda não foi definido, mas a expectativa é de que comece na manhã de quarta-feira (3).

A prefeitura cedeu carros funerários para buscar os corpos das vítimas. A previsão é que eles cheguem na madrugada de amanhã à cidade mineira.

- Publicidade -

Os quatro eram de Minas Gerais e estavam morando há cerca de um mês em São José, na grande Florianópolis. As vítimas foram identificadas como: Gustavo Pereira Silveira Elias, de 24 anos, Karla Aparecida dos Santos, de 19, Tiago de Lima Ribeiro, de 21 e Nicolas Kovaleski, de 16 anos.

JOVENS MORRERAM DE ASFIXIA POR MONÓXIDO DE CARBONO

Suspeita é de que o gás inodoro e tóxico entrou no veículo. Segundo o delegado da Polícia Civil Bruno Effori, o monóxido de carbono “estaria sendo jogado para dentro do veículo por meio de uma perfuração que havia no cano entre o motor e o painel. Mas somente com a perícia podemos constatar isso.”

Vítimas decidiram ficar dentro do carro porque estavam se sentindo mal. Elas mantiveram o ar-condicionado ligado durante todo o tempo.

As vítimas ficaram entre três e quatro horas na rodoviária de Balneário Camboriú. Os quatro haviam ido ao local para buscar a namorada de um deles, que vinha de ônibus de Minas Gerais. Segundo o delegado responsável pelo caso, a jovem relatou que os amigos tiveram enjoos e tonturas e, por isso, decidiram esperar até que se sentissem melhor.

Namorada de um dos jovens esperou do lado de fora do BMW 320i. A jovem disse que voltou ao veículo várias vezes para falar com o namorado -Tiago de Lima Ribeiro, de 21 anos- e perguntar se os demais estavam bem. “Em uma das oportunidades, ela retornou e [eles] já estavam em óbito”, contou Effori ao UOL.

Corpos passaram por exame necroscópico no IML (Instituto Médico Legal). Também foi feita a coleta de material biológico para exame toxicológico. Ao UOL, Bruno Effori confirmou que não havia sinais de violência nas vítimas. O veículo -um BMW 320i- foi apreendido, bem como os celulares dos quatro jovens.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -