- Publicidade -
- Publicidade -
25 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Homem tentou matar a mulher, em Camboriú, após supostamente flagrá-la com o amante

Caso aconteceu menos de 24h após feminicídio ocorrido em Balneário Camboriú

Um homem de 42 anos foi preso, na tarde de domingo (21), após tentar matar a esposa, uma mulher de 43 anos, que ficou gravemente ferida, na Rua Cerejeira, no Bairro Tabuleiro, em Camboriú. 

Ele já possuía outras passagens pela polícia por violência doméstica e estupro (contra a ex-mulher). 

O caso aconteceu menos de 24 horas após o feminicídio registrado em Balneário, que vitimou Flávia de Paulo Carvalho, de 46 anos (leia aqui).

- Publicidade -

Segundo a Polícia Militar, por volta de 16h40 policiais foram informados sobre a situação. No local, o SAMU já estava atendendo a vítima, que foi esfaqueada quatro vezes – uma nas costas, outra na lateral e duas na barriga.

O agressor, de 42 anos, se entregou para a polícia e confessou o crime. Ele relatou que ao chegar em casa flagrou a mulher com outro homem, na cama. Enquanto o amante fugiu pela janela, a mulher correu para a cozinha, momento em que ele a esfaqueou.

O criminoso chegou a informar aos policiais que a faca quebrou e que ele pegou outra para continuar esfaqueando-a. Ele ainda chamou o SAMU para atender a vítima e saiu da casa para comprar um cigarro. Ao retornar e ver que os PMs estavam no local, se entregou.

A Polícia Militar salientou ainda que havia sangue na cozinha e que uma faca foi encontrada em cima de um banco, mas a que havia quebrado, citada pelo homem, não foi encontrada.

Homem tinha passagem por violência doméstica e estupro

No sistema, a PM encontrou uma medida protetiva baixada (que não estava ativa) que a vítima possuía contra o homem que tentou matá-la – datada de 2022. 

Contra o homem, já havia vários boletins de ocorrências relacionados a violência doméstica e também um por estupro contra a ex-mulher. 

Além disso, o agressor disse para os policiais que foi processado e preso por tráfico internacional, e ainda possuía vários boletins de resistência e desobediência, nos quais ‘afrontou’ os policiais militares. 

- Publicidade -

A situação penal dele se encontrava como prisão albergue sem recolhimento.

O homem foi preso e encaminhado à delegacia.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -