Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Saúde
Programa de combate a dengue fará estudo do grau de infestação do Aedes aegypti em Balneário Camboriú

Terça, 3/11/2020 16:13.
Divulgação/PMBC

Publicidade

Balneário Camboriú tem hoje 950 focos do mosquito Aedes aegypti e de acordo com o Programa de Combate a Dengue, são 210 casos de dengue autóctones (contraídos dentro do município), 54 indeterminados e dois importados. Também tem dois importados de Chikungunya.

A diretora da Vigilância Ambiental, Eliane Guedes Casatti disse que o quadro não apresenta muitas alterações se comparados com o mês anterior. Mas com a chegada do verão e o movimento de temporada, estes números poderão crescer.

Para verificar o índice de infestação do Aedes aegypti no municipio, o programa vai fazer um levantamento rápido de visitas por todo o município, que iniciará na próxima semana.

“Após essa atividade, verificaremos qual bairro está mais afetado no momento para podermos fazer um mutirão mais ao final do mês já preparando a chegada do verão”, disse.

Para fazer um mutirão é preciso planejar todo o trabalho em função do Covid-19 para não haver aglomeração, porque toda equipe do programa estará trabalhando nesse levantamento.

Finados

No dia seguinte, mutirão para eliminar depósitos com água

No feriado de Finados e nos dias que o antecederam, uma equipe do Programa de Combate a Dengue esteve no local, para orientar o público sobre os cuidados com a dengue.

“Hoje (3) a equipe está fazendo o mutirão no cemitério para eliminar depósitos que acumulam água”, informou Eliane.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Divulgação/PMBC

Programa de combate a dengue fará estudo do grau de infestação do Aedes aegypti em Balneário Camboriú

Publicidade

Terça, 3/11/2020 16:13.

Balneário Camboriú tem hoje 950 focos do mosquito Aedes aegypti e de acordo com o Programa de Combate a Dengue, são 210 casos de dengue autóctones (contraídos dentro do município), 54 indeterminados e dois importados. Também tem dois importados de Chikungunya.

A diretora da Vigilância Ambiental, Eliane Guedes Casatti disse que o quadro não apresenta muitas alterações se comparados com o mês anterior. Mas com a chegada do verão e o movimento de temporada, estes números poderão crescer.

Para verificar o índice de infestação do Aedes aegypti no municipio, o programa vai fazer um levantamento rápido de visitas por todo o município, que iniciará na próxima semana.

“Após essa atividade, verificaremos qual bairro está mais afetado no momento para podermos fazer um mutirão mais ao final do mês já preparando a chegada do verão”, disse.

Para fazer um mutirão é preciso planejar todo o trabalho em função do Covid-19 para não haver aglomeração, porque toda equipe do programa estará trabalhando nesse levantamento.

Finados

No dia seguinte, mutirão para eliminar depósitos com água

No feriado de Finados e nos dias que o antecederam, uma equipe do Programa de Combate a Dengue esteve no local, para orientar o público sobre os cuidados com a dengue.

“Hoje (3) a equipe está fazendo o mutirão no cemitério para eliminar depósitos que acumulam água”, informou Eliane.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade