- Publicidade -
- Publicidade -
31 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Dia de Conscientização à violência contra o idoso terá pedágio educativo em Balneário Camboriú

Nos primeiros cinco meses deste ano, Balneário Camboriú registrou mais de 1.100 casos de violência contra a pessoa idosa, através do programa municipal Abraço ao Idoso. Entre os crimes estão violência física, violência psicológica, violência sexual, negligência, abandono e outros.

O Brasil registrou 202,3 mil casos de violência contra idosos entre janeiro e março deste ano, aumento de 97% em relação ao mesmo período de 2022. 

Com base nestes índices elevados no país, em Santa Catarina e em Balneário Camboriú também, a vereadores Juliethe Nitz está organizando um pedágio educativo nesta quinta-feira (15), Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa.  A Secretaria Municipal da Pessoa Idosa e voluntários 60+, estarão apoiando a iniciativa, que tem por objetivo alertar e prevenir a violência.

- Publicidade -

O pedágio será realizado em três locais: na confluência das avenidas Brasil e Alvin Bauer das 10h30 ao meio-dia; entre a Quinta Avenida e a Rua Biguaçu, no Bairro dos Municípios, das 14h30 às 15h30; e no túnel em frente ao PA da Barra, das 16h às 17h30. 

Quem passar pelos pedágios receberá um flyer contendo informações sobre o tema e telefones para denúncias.

“Precisamos incentivar a comunidade para que denuncie e ajude a mudar essa realidade com as pessoas que tanto já fizeram pela sociedade e por cada um de nós. Em uma pessoa idosa reside um jovem para quem o tempo passou, um ser humano que realizou muitas coisas, aprendeu tantas outras e hoje tem muito ainda a compartilhar em conhecimento e sabedoria. Eles merecem mais que respeito, merecem amor e cuidado nesta etapa sensível e tão delicada da vida”, afirmou a vereadora.

Nestes locais, voluntários 60+ irão distribuir folhetos explicativos voltados à conscientização da população e incentivando a denúncia de maus tratos. Junto com a mensagem, os moradores ganharão um bombom. 

“A ideia é que o doce também simbolize a importância do afeto, que lembre a todos de seus próprios idosos em casa, e da pessoa idosa que serão um dia”, finaliza Juliethe.

fonte: Vizzotto Comunicação

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -