- Publicidade -
27.7 C
Balneário Camboriú

Prefeitos da Amfri pedem mais policiais na região

- publicidade -

Leia também

- Publicidade -

O presidente da AMFRI e prefeito de Porto Belo, Emerson Stein, entregou ao presidente do Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial de Santa Catarina, Charles Alexandre Vieira, nesta quarta-feira (29), ofício com as demandas na área de segurança pública, principalmente acerca do déficit de efetivos de policiais militares na região da AMFRI e apoio na aquisição de equipamentos de segurança. O vice-prefeito de Porto Belo, Elias Cabral, e o diretor Executivo do Consórcio Intermunicipal Multifinalitário da Região da AMFRI (CIM-AMFRI), João Luiz Demantova, também estiveram presentes.

Emerson destaca que o ofício é um encaminhamento da reunião com toda a equipe da Secretaria de Estado de Segurança Pública na reunião do dia 2 de setembro, na sede da AMFRI, com os prefeitos e secretários municipais. “Tivemos a reunião no início do mês para expor nossas dificuldades e apresentar as demandas para a equipe do Governo do Estado. O ofício tem objetivo de documentar as solicitações e reiterar os apelos manifestados”, ressalta, destacando ainda a importância de entregar em mãos o documento, garantindo mais uma oportunidade de reforçar a urgência das demandas.

No documento, cada município expôs sua necessidade de urgência, como o aumento de efetivo de policiais militares, maior acesso aos sistemas informatizados de tecnologia, informação e banco de dados, apoio para construção e ampliação nos quarteis da Polícia Militar e implementação de Central de Polícia e um Instituto Geral de Perícias na região entre Barra Velha e Navegantes.

Segundo o prefeito, os municípios seguem fazendo sua parte com a aquisição de câmeras de monitoramento e discutindo constantemente soluções para os problemas de segurança na região através do Colegiado de Segurança Pública da AMFRI. “As cidades da nossa região seguem investindo, inclusive com a compra de câmeras de monitoramento para garantir ainda mais segurança para a nossa população. Mas, nós precisamos urgentemente de mais apoio efetivo dos órgãos de segurança estadual, além de aprimorar o Sistema Integrado de Segurança Pública (SISP)”, finaliza.

- Publicidade -

Texto e foto: Lyandra Machado Batista

- Publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -