- Publicidade -
- Publicidade -
20.3 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Projeto que prevê novo Hotel Marambaia está tramitando junto ao Conselho da Cidade

Fundado em novembro de 1964, mesmo ano da emancipação política de Balneário Camboriú, o Hotel Marambaia é considerado um ícone da cidade (inclusive muitas pessoas chamam o Pontal Norte de Marambaia). Nesta semana, foi notícia o novo projeto que os sócios, incluindo a Construtora FG, estão esperando aprovar junto ao Conselho da Cidade, que prevê a ampliação do hotel e a preservação do bloco redondo.

Reprodução

Balneário Camboriú procura atrair novos hotéis

O secretário de Planejamento Urbano de Balneário Camboriú e presidente do Conselho da Cidade, Rubens Spernau, disse que na reunião onde foi apresentado o projeto do novo Hotel Marambaia foram analisados outros dois empreendimentos na área hoteleira, um na Avenida do Estado e outro no Bairro dos Pioneiros (de outras empresas, sem qualquer envolvimento com o Marambaia). 

“Estamos com uma política de governo para estimular a vinda de hotéis para a cidade, estamos tentando fomentar isso. Todos os três projetos apresentados têm coisas que a legislação não permitiria fazer hoje, mas agora os três estão na fase da relatoria e acredito que devem vir sugestões de mudança”, diz.

Reprodução

Renovação x preservação

Rubens afirma que prefere não opinar sobre o que achou do projeto do Marambaia para não influenciar o relator, mas que vê a reforma de forma positiva, considerando que os sócios estão buscando preservar essa marca da cidade (o hotel redondo).

“Percebi que eles buscaram mostrar no projeto esse contraste do novo, o empreendimento moderno, mantendo o traçado e a forma do antigo (redondo). Vejo como positivo, precisamos renovar, mas o que for possível fazer para preservar a história, temos que preservar. Quando fui prefeito, criamos a lei de preservação do prédio redondo do Marambaia. Dos três projetos que vimos, o do Marambaia é um que para construir tem que apresentar projeto especial e foi o que apresentaram”, acrescenta.

- Publicidade -

“Um presente para a cidade”

Sheila Petri, gerente geral do Marambaia, destacou que o novo hotel se integrará a atmosfera urbana da cidade, com um projeto arquitetônico que tem como ponto de partida a preservação do bloco redondo, ‘como o coração de todo o empreendimento’, transformando o espaço em uma grande praça aberta ao público, com paisagismo que traz a ambiência da praia para o cenário, com bares, restaurantes e o inédito museu de Balneário Camboriú. 

“A hotelaria é um dos alicerces do nosso polo turístico e com esse entendimento vamos apresentar para a cidade um projeto inovador, de uso misto, que irá gerar novos postos de trabalho, renda e desenvolvimento”, acredita.

Sheila reforça ainda que esta nova fase vem ‘alicerçada’ nos recentes investimentos de mais de R$ 6 milhões realizados nas melhorias de estrutura, como quartos e demais áreas do hotel. 

“É uma declaração de amor à toda comunidade, um presente para a cidade, que irá fortalecer todos os laços com a história e que irá garantir a continuidade”, comenta.

A assessoria do Marambaia destacou que o projeto está em fase embrionária, sem data para início, já que ainda precisa ser aprovado pelo Conselho da Cidade.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -