- Publicidade -
17.1 C
Balneário Camboriú
Luciana Andréa
Luciana Andréa
Terapeuta Integrativa e Holística com especialização em plantas medicinais.
- Publicidade -
- Publicidade -

Ninguém dá a mínima pra ela, mas ela dá sombra, dá alimento, dá remédio…

Você conhece CHAPÉU DE SOL ou castanheira da praia, amendoeira da praia, castanhola ou sete copas, que são outros nomes populares como ela também é conhecida?

Sabia que esta árvore tem incríveis propriedades medicinais, em todas as partes da planta?

Seu nome científico é Terminalia catappa e hoje vou te contar um pouquinho sobre esta maravilhosa e suas propriedades.

É uma espécie de dimensões generosas, que pode alcançar 35 metros de altura. Tem a copa bastante larga, fornecendo bastante sombra. É Típica de regiões tropicais, possivelmente é originária da Índia e Nova Guiné e abundante em regiões litorâneas como a nossa. Ela é cultivada como árvore ornamental, embora seja considerada uma árvore invasora e está no “Guia de plantas não desejáveis na restauração florestal “( Paolo Alessandro Rodrigues Sartorelli…[et al.]. — São Paulo : Agroicone, 2018.)

Da família das Combretaceaes, possui fruto comestível, sua madeira avermelhada, varia do castanho claro ao amarelo, geralmente é sólida e muito resistente à água. Tanto que é usada para fazer canoas na Polinésia. Durável e bonita, serve muitas vezes de matéria-prima na confecção de utensílios diversos, móveis, caixotes e moirões.

Seus ramos mais jovens apresentam tons ferrugíneos. Já as folhas são simples, mas abundantes, e fazem um contraste agradável com flores roxas que surgem nos meses de maio e junho.

As folhas, que são fontes de taninos, flavonoides, fitosterois, entre outros princípios ativos, são aproveitadas em produtos fitoterápicos e no tratamento da água destinada à criação de peixes. Ela é usada por criadores de peixes ornamentais, principalmente peixes betas , peixes registros e killifish , mas pode ser usada em qualquer espécie, é conhecida por suas propriedades medicinais em peixes e ajudar em seus criadores por séculos, na reprodução peixes no Taiwan ao usar as folhas secas da planta, colocando-as no aquário ou no filtro.

Ainda, na criação de peixes de corte, de Tilápias por exemplo, o Chapéu-de-sol é uma alternativa reconhecida ao uso de antibióticos. O extrato das folhas também já foi testado com sucesso no controle de pragas do camarão, tem eficiência na regeneração das nadadeiras afetadas por bactérias e comprovada ação antibacteriana na cultura in vivo de Betta splenders . Em muitos estudos são usados extratos em várias concentrações de folhas verdes e secas com propriedades como: Estimulante da reprodução; Alto poder antifúngico; Alto poder antibactericida; Alto poder antiparasiticida; Intensificação das cores dos peixes; Melhoraria da saúde geral dos peixes; Controle do pH (redução); Simular condições de águas escuras (Black Water) para peixes desses biótopos.

Estas folhas hoje tem um forte comércio internacional, sendo muito apreciadas por criadores europeus de Killifishes (principalmente na Alemanha e Grã Bretanha), atualmente há um comércio em expansão entre os hobbistas americanos, que as tem adquirido pela internet. Um saquinho contendo cerca de 10 folhas custa a bagatela de USD 7,50 nos EUA.

Seus frutos são fibrosos e comestíveis, embora um pouco ácidos, são muito apreciados pelos morcegos e possuem propriedades medicinais.

Dentro dos frutos existem amêndoas, comestíveis, que são gostosas, crocantes, suaves, lembram amêndoas de verdade e podem ser comidas cruas. Delas é extraído um óleo fino, usado no preparo de pratos especiais e na produção de remédios caseiros. Na Nigéria é muito apreciada como petisco; em Taiwan é usada como afrodisíaca além de um ótimo alimento; na Índia, Malásia e várias outras partes do Sudeste Asiático é facilmente encontrada nos mercados e usada em muitas receitas doces e salgadas. Aqui, é um grande potencial desperdiçado.

PROPRIEDADES E USO MEDICINAL :

As raízes e cascas do tronco, são utilizadas para diarreia, febres gástricas e biliares e vermes intestinais;

Suas folhas tem ação antimicrobiana e ação protetora do fígado e dos rins contra danos causados por medicamentos químicos. Também nas folhas, encontram-se potentes agentes antioxidantes, forte ação anti-inflamatória e antitumoral.

Um composto foi patenteado nos EUA como cosmético para pele e unhas, com capacidade anti-inflamatória, tonificante, antienvelhecimento e reparadora de danos, aumentando a produção de colágeno.

Os extratos dos frutos verdes têm forte ação antioxidante, antidiabética e ainda promovem a regeneração do pâncreas nos casos de lesão química.
E estes mesmos frutos, quando maduros, possuem ação laxativa.

As amêndoas são ricas em carboidratos (cerca de 78%) e gorduras (cerca de 16%), além de vitaminas e minerais importantes, como o fósforo. São usadas como complemento nutricional rico em proteínas e aminoácidos essenciais e uma forte ação afrodisíaca causando retardo da ejaculação, o que demonstra utilidade no tratamento da ejaculação precoce.

Ação antimalárica : O suco das folhas frescas do chapéu-de-sol e o chá (que, nesse caso, pode ser das folhas secas) combatem o parasita da malária, uma doença que ocorre em países tropicais, principalmente em regiões remotas e com menos acesso a serviços de saúde.

Ação antioxidante : As folhas do chapéu-de-sol têm uma excelente capacidade antioxidante, evitando a degeneração do material genético, o envelhecimento das células e outros problemas decorrentes da oxidação.
Quando uma pessoa envelhece, a pele fica mais flácida, os ossos ficam com menos cálcio, as dores aumentam e ela tem uma fragilidade motora maior; tudo em decorrência dos radicais livres presentes no organismo.

O chapéu-de-sol tem uma excelente atividade de combater os radicais livres, ou seja, é uma planta que tem uma propriedade antienvelhecimento e também contra o surgimento de câncer, pois a oxidação das células causa mutação do material genético, o que pode levar ao desenvolvimento do câncer.

Analisou-se que a planta evita os danos oxidativos, reduz a flacidez da pele, aumenta a produção de colágeno e até ajuda a regenerar danos que a pele sofreu. Existem outros artigos que falam sobre as capacidades cosméticas e antienvelhecimento do extrato das folhas do chapéu-de-sol.

Pra quem está procurando uma terapia para combater o envelhecimento e melhorar a qualidade da pele, a @banho.de.mato desenvolveu um composto de plantas a base de jambu, melissa, poejo, erva botão e chapéu-de-sol.

Ação antitumoral : O chapéu-de-sol demonstrou uma atividade antitumoral muito significativa, evitando que os tumores aumentem de tamanho e, em alguns casos, até promovendo a redução do peso desses tumores.

A metástase é o processo em que as células cancerígenas se desprendem do câncer e, através da corrente sanguínea, migram de um lugar para outro e começam a produzir um novo tumor. Por exemplo, a pessoa tinha um câncer no esôfago e, por conta da metástase, passa a ter câncer no pulmão, no baço e no intestino.

Estudos demonstram que essa planta tem uma ação antimetástase, evitando o trânsito das células cancerígenas e a sua proliferação em outras áreas do corpo.

Ação antidiabética : A parte fibrosa dos frutos tem uma capacidade antidiabética, reduzindo as taxas de açúcar e controlando a glicemia. Pessoas que têm hiperglicemia, diabetes ou pré-diabetes podem tomar o chá ou o suco feito com a polpa dos frutos do chapéu-de-sol.

Estímulo e regeneração do pâncreas: A polpa do fruto tem uma capacidade de estimular o funcionamento do pâncreas. Em pessoas que não são insulinodependentes, mas têm o pâncreas com um mal funcionamento, ela vai estimular a produção de insulina. Além disso, em pessoas que tiveram lesões no pâncreas por conta de medicamentos ou de câncer no pâncreas, ela favorece a regeneração do pâncreas.

Toxicidade : A planta não apresenta toxicidade e sua utilização é considerada segura nas doses recomendadas.

Informações importantes:
É de extrema importância que você converse com o profissional de saúde que te acompanha sobre a possibilidade de incluir as plantas medicinais no seu tratamento e nenhum tratamento médico ou uso de medicação química deve ser interrompido ou substituído abruptamente pelo uso de plantas medicinais. Crianças, idosos e gestantes exigem cuidados e dosagens específicas sob algumas plantas. Consulte sempre um profissional da área.

Na página da @banho.de.mato, no Instagran, você encontra mais informações sobre o Chapéu de Sol, seus usos e produtos produzidos á partir de seu extrato.

Uma semana com saúde e paz para todos
Luciana Andréa – Banho de Mato

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -