- Publicidade -
- Publicidade -
17.9 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Quintal agroflorestal em pequenas áreas: Epagri ensina como funciona no dia de campo em Itajaí

O evento é gratuito e aberto ao público na terça-feira

Diversidade de espécies é uma das características do quintal agroflorestal. Imagem do tomate japonês ou tomate de árvore. (Assessoria Imprensa/Epagri)

O que é um quintal agroflorestal e que alimentos podem ser produzidos nele? Essa pergunta será respondida pelos técnicos da Epagri em um evento gratuito e aberto ao público na terça-feira (31), em Itajaí. 

O dia de campo será realizado na propriedade do agricultor Ivo Chaves, que conduz um quintal agroflorestal na Colônia Japonesa, onde cultiva espécies como palmeira-juçara, amora, taiá, mangarito e plantas medicinais.

- Publicidade -

Quintal agroflorestal é um sistema de produção agrícola sustentável que pode ser conduzido em pequenas áreas da propriedade. 

Nesse local, o produtor mistura árvores maiores, plantas médias e baixas, imitando uma mata natural, com todos os elementos em equilíbrio. 

“Embaixo das plantas ainda é possível criar galinhas, que comem o capim e fornecem proteína para a alimentação da família”, explica o engenheiro-agrônomo Antonio Henrique dos Santos, extensionista da Epagri em Itajaí.

Henrique destaca que o quintal agroflorestal é uma boa opção para a agricultura familiar, pois fornece alimentos variados e saudáveis para a subsistência, mas também pode ser uma fonte de renda. 

- Publicidade -

“O produtor anfitrião do nosso encontro, que é atendido pela Epagri, vende alimentos como açaí, palmito, amora, lichia e ovos caipiras”, conta o extensionista.

Consórcio entre plantas e animais

No encontro, técnicos da Epagri vão mostrar aos participantes o que é e como funciona um quintal agroflorestal e fazer um passeio pela propriedade para identificar as plantas cultivadas na área. 

Criação de galinhas traz benefícios para os quintais agroflorestais e fornece outra fonte de alimento para a família (Assessoria Imprensa/Epagri)

Os visitantes vão aprender sobre os consórcios que podem ser feitos entre as plantas, culturas sombreadas, uso de leguminosas no sistema, plantas atrativas de inimigos naturais e utilização de galinhas para controle de inços e adubação.

- Publicidade -

A programação termina com um café com alimentos produzidos em quintais agroflorestais, como taiá, mangarito, açaí de palmeira-juçara, inhame, entre outros. 

“São plantas rústicas que fornecem alimentos saudáveis, usados pelos indígenas e preservados nessas áreas”, diz o engenheiro-agrônomo da Epagri.

Para participar do evento, basta se inscrever gratuitamente pelo telefone (47) 33986417.

Serviço

  • O quê: Dia de campo sobre quintal agroflorestal
  • Quando: 31 de maio, terça-feira, às 14 horas
  • Onde: Rua José Natal Cugik, 3.719 – Colônia Japonesa – Itajaí (SC)
  • Inscrições e mais informações: (47) 3398 6417

Texto: Gisele Dias/Assessoria Epagri

- Publicidade -
spot_imgspot_img
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
%d blogueiros gostam disto: