- Publicidade -
- Publicidade -
22.8 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Serial killer preso em Camboriú foi assassinado em SP

O serial killer Pedrinho Matador, que foi preso em 2011 em Camboriú, foi executado no domingo (5), em Mogi das Cruzes/SP, aos 68 anos. A polícia está em busca dos responsáveis. 

Segundo a Polícia Civil, o assassinato de Pedrinho Matador, aconteceu na frente da casa de um parente dele, por volta de 10h de domingo, quando três homens encapuzados e com máscara (um deles do personagem Coringa) passaram atirando em um carro preto (dois atiraram e um dirigia o veículo). Ele ainda teria tido o pescoço cortado. 

Pedrinho Matador é acusado de matar mais de 100 pessoas e chegou a passar mais de 40 anos na prisão, condenado por 70 crimes – entre eles, a morte do próprio pai. 

- Publicidade -

Foi preso pela primeira vez em maio/1973, quando tinha 19 anos e saiu em 2007. 

Em 2011, foi preso novamente, quando morava em Camboriú. Ele havia sido solto há cinco anos e chegou a escrever um livro. 

O carro utilizado pelos responsáveis pela morte do homem foi localizado pela polícia. Até o momento nenhum suspeito foi encontrado.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -