- Publicidade -
- Publicidade -
13.9 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Primeira sessão de 2023 na Câmara de Balneário Camboriú terá posse de dois suplentes

Mais uma mudança pode acontecer na Câmara nos próximos dias, com a possível saída de Elizeu Pereira

A primeira reunião ordinária de 2023 da Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú acontece nesta terça-feira (7), antecedida por uma sessão solene de instalação das sessões legislativas ordinárias do ano (incluindo a escolha dos membros das comissões, do Conselho de Ética e da Procuradoria da Mulher). Na ocasião, também serão empossados dois vereadores suplentes.

Como será a primeira sessão

A sessão desta terça será diferenciada, porque serão escolhidos os membros das 12 comissões legislativas permanentes, do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar, da Procuradoria Especial da Mulher e da Escola do Legislativo. No caso da escolha dos membros das comissões e do Conselho de Ética, é feita de acordo com a indicação dos líderes de bancadas, assegurando-se, tanto quanto possível, a representação proporcional partidária. Se não houver acordo entre os vereadores, a escolha se dará por votação em plenário.

As 12 comissões legislativas permanentes em atividade na Câmara são: Justiça e Redação; Finanças e Orçamento; Obras, Serviços Públicos e Atividades Privadas; Educação e Cultura, Saúde e Assistência Social; Defesa do Consumidor; Preservação do Meio Ambiente e Turismo; Proteção dos Direitos da Criança e do Adolescente; Segurança Pública e Defesa do Cidadão; Legislação Participativa; Administração e Assuntos Ligados ao Servidor Público; Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência; e Transparência, Governança Pública e Accountability.

- Publicidade -

Já os integrantes da Procuradoria Especial da Mulher e da Escola do Legislativo serão indicados pela Mesa Diretora.

Novos vereadores

Haverá também na sessão desta terça a posse de dois vereadores suplentes, Nena Amorim, substituindo Marcelo Achutti (MDB), que assumiu na segunda-feira como secretário de Educação (saiba mais aqui) e Roberto Souza Junior no lugar de Omar Tomalih (ambos do Podemos), que assume como secretário de Articulação Governamental, cargo que já ocupou em outras ocasiões.

Mais mudanças podem acontecer

Conforme já anunciado pelo Página 3, agora o MDB integra a base do governo de Fabrício Oliveira e, entre os emedebistas ‘originais’ (Nilson Probst, Marcelo Achutti e Elizeu Pereira) somente o vereador Probst tende a ficar na Câmara (saiba mais aqui). 

Achutti já assumiu a Educação e Elizeu deve assumir a subprefeitura da região sul, assim como a primeira suplente a vereadora pelo MDB, Magali Nunes Ignácio, poderá comandar o BC Trânsito. 

Sendo assim, o próximo nome que entrará na Câmara (substituindo Elizeu Pereira) tende a ser João Koeddermann.


Para receber notícias do Página 3 por whatsapp, acesse este link, clique aqui




- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -