- Publicidade -
- Publicidade -
22 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Feminicídio: sobrinha de Indira Felsky diz que vai lutar por um mundo em que a vida da mulher seja respeitada’

Missa de Sétimo Dia será neste sábado em Itajaí

Uma semana depois da morte por feminicídio de Indira Mihara Felsky Krieger, 35, a sobrinha Teodora Felsky, 23, diz que não consegue aceitar, muito menos entender tal brutalidade e afirma que nunca imaginou viver uma tragédia como esta.

Indira foi asfixiada e encontrada sem vida na noite de sábado (8), em sua casa, no Bairro Fazenda, em Itajaí, por familiares. O principal suspeito é o namorado, Leonardo Trainotti, 28, que fugiu com o carro da vítima e apresentou-se na segunda-feira (10) à polícia, acompanhado de uma advogada. Ele depôs esta semana, mas ficou em silêncio. 

- Publicidade -

Eles tinham um relacionamento há quatro meses. 

Indira foi sepultada domingo (9).

Amigas inseparáveis

Teodora e Indira eram muito próximas. 

“Minha filha e minha irmã eram inseparáveis”, disse a médica Ceres Felsky.

- Publicidade -

Esta semana, Teodora se manifestou sobre a perda e disse que não vai desistir da luta e que tem fé na justiça.

Acompanhe:

“Ninguém imagina que irá viver uma tragédia, e conosco não foi diferente. Fui pega de surpresa por uma brutalidade com minha própria tia. Tantas notícias que vemos de feminicídios, e hoje eu conto a história dela. História que ela deveria contar, mas um homem se sentiu no direito de tirar a vida dela. Encerrar uma história. Tirar a filha de seus pais, tirar uma irmã, tirar de mim, sua sobrinha, a convivência com sua tia-irmã. 

Nossa diferença de idade fez com que crescêssemos muito próximas, e agora ela foi tirada de mim. Sem motivo. Sem justificativa. Sem sentido. Injusto, nada disso foi justo. Não foi justo ele enganar ela. Não foi justo ele nos enganar. Não foi justo a família encontrá-la sem vida. 

Não consigo aceitar, não consigo entender.  Mas só me resta resistir. Por ela. É por ela que eu vou acordar todos os dias, mesmo que muitas vezes eu não queira. É por ela que eu não vou desistir, porque sei que não era isso que ela iria querer. É ela que vai me dar forças pra lutar por um mundo melhor, um mundo em que mulheres – e suas famílias – não passem pelo que estamos passando. Um mundo em que a vida da mulher seja respeitada. Um mundo com mais amor, com mais empatia. Porque era isso que ela era, amor. Simplesmente amor.

Agradecemos a todos que nos estão apoiando, suas orações têm nos fortalecido e trazido um pouco de conforto a nossos corações em saber que não estamos sozinhos. E nossa fé na justiça continuará. 

Te amaremos para sempre”

(Por Teodora Felski)

Missa Sétimo Dia

Neste sábado (15) será realizada a Missa de Sétimo Dia de Indira Mihara Felsky Krieger, vítima de Feminicídio no sábado (8), em seu apartamento, em Itajaí. Familiares de Indira convidam amigos para participar da missa às 19h30, na Igreja Matriz de Itajaí.

Indira era servidora do Fórum de Itajaí. 

- Publicidade -

A juíza e diretora do Foro da Comarca, Ana Vera Sganzerla Truccolo decretou luto oficial de três dias esta semana, “demonstrando respeito e elevada admiração, bem como prestando solidariedade aos familiares, colegas e amigos da colega”.

- Publicidade -
spot_imgspot_img
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
%d blogueiros gostam disto: