- Publicidade -
23 C
Balneário Camboriú

Procura por remédios e fitoterápicos para ajudar a dormir aumentou, mas exige atenção

O estresse causado pela pandemia, dentre outros fatores como ansiedade e depressão podem causar insônia, que acaba sendo um problemão para muitas pessoas. Até mesmo grandes personalidades sofrem com isso – a exemplo do craque Cristiano Ronaldo, que revelou nesta semana que, diferente da maioria das pessoas, divide o sono diário em cinco ‘etapas’ (sonecas) de uma hora e meia cada, ao invés de dormir as horas seguidas à noite.  

As sonecas podem não ser um problema para CR7 que consegue dormir as horas necessárias, mas para quem não consegue pegar no sono e passa noites em claro, pode ser desesperador. Por isso, muitas pessoas optam pelo tratamento através de medicação ou ainda com o uso de chás, plantas medicinais e óleos essenciais. 

Opções nas farmácias 

Mafra diz que procura por medicamentos para dormir aumentou com a pandemia (Arquivo pessoal)

O farmacêutico Ademir Mafra conta que notou um aumento considerável na procura por medicamentos para induzir o sono com a chegada da pandemia. 

“Como o acesso à consulta médica ficou mais difícil, principalmente em 2020, muitas pessoas vinham até a farmácia, pois pelo menos teriam uma automedicação responsável, com nossas indicações. Há OTC (venda livre, sem receita) ou fitoterápicos, indico também derivados de Passiflora, valeriana, mistura dos dois ou Crataegus, que é uma erva calmante, além de óleos essenciais. Quando o caso é mais grave, sempre oriento que a pessoa procure um médico”, diz. 

Segundo Mafra, é bastante comum, principalmente entre os jovens, a procura por medicamentos específicos que viram na internet. 

“É preocupante porque nem sabem o que há no remédio. Normalmente, a insônia está ligada a outras patologias, como ansiedade, depressão. Sempre indico atividade física, além de evitar a cafeína à noite, se alimentar bem”, acrescenta.

… e na Fitoterapia Municipal 

Para quem procura por fitoterápicos uma boa opção (e gratuita) é a Fitoterapia Municipal, que fica dentro do Parque Ecológico, no Bairro dos Municípios. 

A farmacêutica responsável, Elaine Nunes Correia, conta que há diversos chás na Fitoterapia que podem auxiliar quem está tendo problemas para dormir, como o chá de capim-cidreira (capim-limão), que é o mais procurado pela comunidade.

“Outra que nos pedem muito é camomila, que é uma planta de inverno, e que por isso no verão não conseguimos disponibilizar; além também de melissa. São fitoterápicos calmantes, não só para insônia, mas é muito indicado que as pessoas comecem com os fitoterápicos e, se não der certo, tentem remédios”, afirma 

Elaine também indica valeriana [que exige prescrição], lavanda, Passiflora [que é base do maracujá], mas que não estão disponíveis na Fitoterapia.

“Orientamos a compra do produto em alguma casa de produtos naturais, como a aromaterapia e óleos essenciais, de lavanda principalmente, que são bastante indicados para esses casos”, pontua. 


- Publicidade -
- Publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -