- Publicidade -
- Publicidade -
29.2 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Caravelas-portuguesas aparecem em Balneário Camboriú 

Como já aconteceu em outros verões, nesta sexta-feira (2) foi registrado o aparecimento de caravelas-portuguesas em algumas praias de Balneário Camboriú, principalmente a Praia Central,  Laranjeiras e Taquaras. 

As caravelas são azuladas e podem atrair curiosos, principalmente crianças, por isso exige cuidado, porque  o contato pode causar queimaduras, já que são venenosas e perigosas.

Com as temperaturas altas do verão, a água do mar também fica mais quente, favorecendo o surgimento de águas-vivas e caravelas. 

- Publicidade -
(Foto Beto Moretão)

O fotógrafo Beto Moretão registrou algumas na Praia Central, principalmente na Barra Sul da cidade.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, na Praia de Laranjeiras foram encontradas várias, assim como em Taquaras. 

Os postos utilizam a bandeira lilás/roxa, que indica a presença desses animais, para chamar a atenção do público. 

(Foto Beto Moretão)

Os banhistas devem evitar tocar, mas se houver contato a pessoa deve lavar a área atingida com a própria água do mar ou com vinagre (os guarda-vidas estão aptos a atender essas ocorrências). Não se deve jamais usar água doce, nem esfregar a região afetada. Se a dor e a vermelhidão não passarem com as horas, a pessoa deve procurar atendimento médico. 

Segundo especialistas, as caravelas-portuguesas possuem células urticantes (cnidas), que estão espalhadas por todo o corpo do animal, e são micro-agulhas/arpões, que podem injetar toxinas, causando muita dor e até mesmo podendo levar a morte.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -