- Publicidade -
- Publicidade -
26.7 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Esposa de youtuber preso após mobilizar polícia por assalto falso diz que imprensa e PM mentiram

“A esposa e amigos do youtuber, J.S., 28 anos, de Balneário Camboriú, preso nesta quarta-feira (18) após mobilizar diversas viaturas e até o helicóptero da Polícia Militar porque simulou um roubo no Bairro Nova Esperança, para atrair atenção ao seu canal no YouTube, estão divulgando nas redes sociais que a imprensa e a PM mentira,.

A prisão de J.S. foi filmada por amigos e pela esposa que publicaram em rede social que “deu ruim’. A esposa disse que estava muito nervosa na delegacia, mas que só revelaria o que aconteceu ‘no canal do YouTube’ – uma clara apelação para chamar a atenção do público.

Ela pediu que as pessoas não acreditem ‘na mídia, nas páginas’, mas em verdade a imprensa divulgou uma nota oficial emitida pela Polícia Militar.

- Publicidade -

“A verdade, tudo o que aconteceu, vai sair no canal. […] A galera gosta de aumentar, gosta de inventar. […] Não foi nada disso [a prisão por ter simulado assalto], estão postando o que não sabem. É outra coisa, não tem nada a ver com simulação de assalto: era a gravação de uma cena e que não estava relacionada a assalto. Os meninos estavam armados com airsoft e quem viu de longe imaginou que era algo dessa forma, então parem de repostar as mentiras que a mídia está postando. […] Deu ruim, cometeu erro, mas não foi nada disso”, alegou a esposa de J.S.

Entenda o caso

Na tarde desta quarta-feira, a Polícia Militar recebeu um chamado via 190 informando sobre um roubo, que estaria ocorrendo próximo a um clube de tiro, no Bairro Nova Esperança.

Conforme a denúncia, alguns homens teriam realizado um assalto no local, portando armas longas, do tipo fuzil, e teriam fugido em uma camionete.
Pela gravidade da ocorrência, todas as viaturas e motocicletas da PM de Balneário e o helicóptero Águia 07 foram empenhadas, dando início a uma grande operação e cerco na tentativa de localizar os suspeitos.

Durante o percurso até chegarem no Bairro Nova Esperança, os policiais precisaram cruzar sinais vermelhos, trafegar pela contramão e excederam o limite de velocidade para tentar chegar o quanto antes, deixando de atender outras ocorrências para priorizar esta.

No local, vários moradores relataram a mesma informação da ligação feita ao 190, indicando a rota de fuga do veículo suspeito.

Depois de, segundo a PM, pelo menos 30 minutos de buscas, inclusive com apoio de PMs de Itapema e Itajaí, que realizaram barreiras na BR-101, para evitar possível fuga, os policiais encontraram a camionete estacionada em uma casa, na Rua Nova Iguaçu.

- Publicidade -

O morador, J.S., foi abordado e relatou que é youtuber e que estava apenas gravando um vídeo de simulação de um assalto, para seu canal no YouTube, e que as armas usadas seriam do tipo airsoft.

Ele teria dito ainda que não deu conhecimento e não possui qualquer autorização dos órgãos públicos para gravar as cenas em via pública.
Pessoas que caminhavam pela via, quando viram a simulação da cena de assalto em andamento, relataram que o youtuber ainda teria apontado uma arma, mandando ir embora, com voz e gestos. Diante da situação, fugiram correndo, de modo desesperado, até uma fábrica e pediram ao funcionário do local para ligar para a Polícia Militar.

Sujeito foi preso

Diante dos fatos, a PM destacou que, principalmente pelo ‘atentado contra o funcionamento do serviço policial militar’, já que J.T. prejudicou o atendimento de outras ocorrências e o trabalho dos policiais, ele foi preso em flagrante pelos crime do artigo 265 do Código Penal, bem como por ameaça e pela contravenção penal de perturbação do trabalho ou sossego alheios, com penas que podem chegar a cinco anos.

As airsofts e demais itens utilizados na gravação foram apreendidos. Nas filmadoras apreendidas há várias cenas das gravações feitas na simulação de assalto.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -