- Publicidade -
- Publicidade -
17.9 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Sinduscon apoia criação do Banco de Material de Construção em Balneário Camboriú

Projeto é iniciativa da vereadora Juliana

A vereadora Juliana Pavan se reuniu, na quarta-feira (13), com o presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon) de Balneário Camboriú, Nelson Nitz, para tratar do projeto de lei de sua autoria que visa instituir o Banco de Materiais de Construção na cidade (relembre aqui).

A vereadora apresentou a proposição à Nitz, que visa organizar uma estrutura articulada do poder público para receber, reunir e organizar doações de sobras e restos materiais de construção e demolição para eventual distribuição para famílias em situação de vulnerabilidade no município. 

- Publicidade -

A intenção da vereadora é formar parcerias com as empresas do ramo da construção civil para repassar as sobras de materiais e para isso a integração com o Sinduscon é fundamental, podendo auxiliar na intermediação com as construtoras para a implementação do projeto. 

Grande parte dos materiais que irão abastecer o banco poderiam ser doados por empresas associadas ao sindicato.

“Iniciativa válida”, avaliou presidente do Sinduscon

Durante a reunião, Nelson Nitz considerou que o projeto é uma iniciativa muito válida e uma contribuição de extrema importância para comunidade de baixa renda, além de que visa também atender as necessidades das empresas da Construção Civil que pretendem destinar materiais para melhoria da qualidade de vida destas pessoas e contribui para correta destinação dos resíduos. 

“Somos favoráveis ao projeto que precisa de total atenção e estudo na sua operacionalização para que efetivamente possa ser colocado em funcionamento”, disse o presidente do Sinduscon, que também deu sugestões para aperfeiçoar a proposta e informou que a entidade tem uma área que poderia ser cedida para o armazenamento dos materiais do banco que ficarão à disposição para doações. 

- Publicidade -

A vereadora Juliana agradeceu o apoio e as sugestões recebidas, salientando que é uma proposição de toda a cidade e que adesões e sugestões de outras entidades e empresas do setor também serão bem-vindas para tornar o projeto ainda melhor e mais abrangente. 

“O apoio do Sinduscon, é fundamental para a criação da lei, agradeço em nome da população que será beneficiada com a recepção e disponibilidade para contribuir com a causa, através dos seus associados”, acrescentou. 

O projeto de lei vai tramitar nas comissões da Câmara e posteriormente deve ser remetido ao plenário para votação. Caso aprovado, caberá ao governo municipal a regulamentação para sua implementação na prática.

- Publicidade -
spot_imgspot_img
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
%d blogueiros gostam disto: