- Publicidade -
- Publicidade -
15 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Registrado o primeiro óbito por dengue em Balneário Camboriú que tem 2095 casos positivos da doença

A Secretaria de Saúde de Balneário Camboriú, através do  Laboratório Central de Saúde Pública de Santa Catarina (LACEN/SC) anunciou, nesta quarta-feira (10), o primeiro óbito por dengue em 2024 em Balneário Camboriú. A vítima é uma mulher de 87 anos, que morava no Centro. A morte ocorreu dia 24 de março, no Hospital do Coração.

A nova secretária de Saúde de Balneário Camboriú, Caroline Prazeres, que antes de assumir a pasta estava como Diretora da Divisão de Saúde, reforçou que é fundamental enfrentar e combater o mosquito e a doença de forma conjunta, entre poder público e população.

O Departamento de Vigilância Epidemiológica da Secretaria da Saúde, divulgou nesta quarta-feira (10) que Balneário Camboriú tem 5.991 casos suspeitos, dos quais 2.095 positivos. Estão descartados como dengue 2.424 casos, enquanto 1.472 aguardam a liberação de resultado.

- Publicidade -

Dos casos positivos, 1.965 são autóctones (contraídos na própria cidade). Oito foram importados de outros municípios e 122 são indeterminados.

Na última sexta (5) eram 1.726 positivos, portanto em cinco dias, foram diagnosticados 369 novos casos.

“Voltamos na mesma orientação, o principal cuidado precisa ser o individual, o seu quintal, a sua casa, condomínio, piscina… enquanto não tiver consciência de que o dever [de cuidar para não ter foco do mosquito] tem que ser cumprido em seu trabalho ou casa, não há força que a Secretaria de Saúde faça que possa combater o mosquito, vamos fazer um trabalho incansável e nunca vamos atingir a meta, muito pelo contrário – os casos vão aumentar, as mortes também, superlotação nas portas, como já está acontecendo”, diz.

Caroline lembra que há urgências e emergências diárias e que não conseguem dar vazão, por conta dessa epidemia [dengue] que não teria acontecido se cada pessoa tivesse cumprido seu papel.

“Dengue mata, causa graves lesões, e se não fizermos o nosso papel, cada um, será esse cenário repetidamente ao longo dos anos”, afirmou a secretária. 

Sintomas

Os principais sintomas da dengue são febre, cefaleia, mialgia (dor muscular), artralgia (dor nas articulações), dor de cabeça. Podem ocorrer, também, náuseas, vômitos e manchas vermelhas na pele. Em algumas pessoas, a doença pode evoluir para formas graves, apresentando manifestações hemorrágicas.

Atendimento

Para pacientes com suspeita da doença, a Secretaria da Saúde de Balneário Camboriú disponibiliza o Centro de Referência Municipal de Atendimento à Dengue, que funciona anexo ao antigo pronto-socorro do Hospital Ruth Cardoso. O local abre de segunda a sexta-feira, das 7h às 23h, e atende exclusivamente moradores da cidade com cadastro ativo na rede de saúde. Nos fins de semana e no período noturno, a UPA do Bairro das Nações e a PA da Barra também acolhem a população.

Pessoas com sintomas leves podem buscar atendimento via Telemedicina, sem precisar sair de casa. A consulta é on-line e gratuita pelo link https://bcmaissaude.com.br.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -