- Publicidade -
23 C
Balneário Camboriú

Draga vai ao posto abastecer 1,8 milhão de litros, deixar um cheque de R$ 4,4 milhões e já volta para continuar o alargamento

- publicidade -

Leia também

- Publicidade -

A draga Galileo Galilei deverá fazer, na madruga de segunda-feira, 20, uma pausa no trabalho de alargamento da praia central de Balneário Camboriú, para abastecer em Paranaguá, operação prevista para demorar três dias, contando a ida e a volta àquele porto paranaense, distante 104 milhas náuticas de Itajaí (cerca de 200 Km).

A draga tem capacidade para 1.800.000 litros de combustível e, se encher o tanque, deixará no caixa do “posto” um cheque em torno de R$ 4,4 milhões.

O combustível usado por navios já foi descrito como “o mais barato e sujo do mundo”, como pode ser conferido em artigo publicado em janeiro deste ano no portal Mar Sem Fim.

A expectativa do engenheiro Rubens Spernau, secretário municipal, é que a dragagem seja concluída na primeira semana de novembro e a desmobilização da obra demore até quatro semanas. 

- Publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -