- Publicidade -
- Publicidade -
16 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Centro de Referência de Combate a Dengue e UBS Central trabalharão em horário estendido 

Devido ao aumento de casos de dengue (942 positivos, segundo dados de sexta-feira (29), sendo que 1107 aguardavam resultados), a partir desta segunda-feira (1), Balneário Camboriú ampliou o horário de atendimento do Centro de Referência Municipal de Atendimento a Dengue e da Unidade Básica de Saúde (UBS) Central, o postinho da Rua 1.500, das 7h às 23h, para moradores que necessitam de atendimentos clínicos dos casos de dengue. 

A equipe da Atenção Básica (médico, enfermeiros e técnicos de enfermagem) estarão à disposição para avaliação dos pacientes. Os atendimentos serão mantidos de forma ampliada enquanto houver necessidade.

Nos finais de semana e após às 23h, a UPA do bairro das Nações e a PA da Barra também acolhem a população.

- Publicidade -

Atendimentos seguem grau de urgência

As ordens de atendimento, seguem o protocolo de Manchester, preconizado pelo SUS. Ele utiliza uma combinação de sinais vitais, sintomas apresentados e outras informações clínicas para determinar a categoria de prioridade do paciente. 

As categorias geralmente são representadas por cores: Vermelho (emergência imediata – atendimento imediato), Laranja (urgência importante – até 10min de espera), Amarelo (urgência – até uma hora), Verde (pouca urgência – até duas horas) e Azul (não urgente – até quatro horas de espera).

Telemedicina continua

O serviço de telemedicina, o BC + Saúde, através do número 0800 888 6556, onde o paciente é direcionado ao atendimento remoto via WhatsApp está ativo. Nos casos leves, os pacientes serão orientados on-line e receberão prescrição médica. Caso o paciente necessite de atendimento presencial, o profissional médico fará os encaminhamentos necessários.

Sintomas

Os sintomas da dengue podem variar de leves a graves e geralmente aparecem entre 3 e 14 dias após a picada do mosquito infectado.

  • Febre alta (geralmente acima de 38,5°C).
  • Dor de cabeça forte.
  • Dor atrás dos olhos.
  • Dores musculares e nas articulações.
  • Fadiga e fraqueza.
  • Erupção cutânea.
  • Náuseas e vômitos.
  • Dor abdominal.
  • Perda de apetite.
  • Sangramento leve, como manchas vermelhas na pele, nariz ou gengivas.

Em casos graves de dengue, a pessoa pode ter sangramento volumoso, pressão arterial baixa e choque, o que pode levar à morte. Por isso, é importante procurar atendimento médico imediatamente se você apresentar sintomas de dengue.

Tratamento

Não existe tratamento específico para a dengue, apenas medidas que podem aliviar os sintomas da doença.

Beba muita água e líquidos para prevenir a desidratação. Em casos mais graves, pode ser necessário ir ao hospital para receber líquidos intravenosos.

- Publicidade -

Descanse bastante para ajudar a aliviar os sintomas da febre e dores musculares. Analgésicos podem ajudar as dores.

Medicamentos com ácido acetilsalicílico (aspirina, por exemplo) não devem ser usados, pois podem aumentar o risco de sangramento.

A pessoa infectada com dengue deve procurar atendimento médico, em especial se os sintomas se agravarem ou houver sinais de alerta, como dor abdominal intensa, sangramento grave ou pressão arterial baixa.

Como se proteger

  • Use repelentes de mosquitos.
  • Use inseticidas à base de água.
  • Use roupas que cubram os braços e as pernas.
  • Use telas nas janelas e portas.
  • Elimine possíveis criadouros do mosquito, em especial recipientes com água parada.

Para receber notícias do Página 3 por whatsapp, acesse este link, clique aqui




- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -