- Publicidade -
19.4 C
Balneário Camboriú

Feriado da Proclamação da República promete ser movimentado em Balneário Camboriú

Empresários do turismo preveem 90% de ocupação hoteleira, a exemplo dos últimos feriadões de outubro e novembro

- publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Setores envolvidos com turismo estão apostando em mais um feriado prolongado de forte movimento em Balneário Camboriú, a exemplo dos anteriores que trouxeram grande número de visitantes.

A Proclamação da República, lembrada na segunda-feira (15) será o último feriado antes da temporada e promete atrair turistas do Sul do Brasil e outras regiões, inclusive do Nordeste. 

Os empresários do turismo preveem ocupação de 90%, e torcem para que o tempo colabore. A previsão do tempo (portal Climatempo) diz que não deve chover, com períodos intercalando entre sol e nublado. 

Outra expectativa do trade é a abertura das fronteiras terrestres com os países do Mercosul (até o momento somente a do Paraguai está aberta), para que os turistas estrangeiros possam vir ao Brasil e, consequentemente, para Balneário.

Pequenas temporadas aos finais de semana

- Publicidade -

O secretário de Turismo de Balneário Camboriú, Geninho Góes, salienta que Balneário ‘não tem catraca’ e que muitas pessoas vêm para a cidade sem reserva antecipada. 

“Mas antes de acontecer [o feriado], o nosso termômetro é a hotelaria, que está com bons números. Temos batido recordes de ocupação aos finais de semana, onde temos vivido ‘pequenas temporadas’. A cidade está pronta para a temporada e isso é muito bom. Vejo de forma muito positiva. Estamos tendo inclusive um aquecimento na economia e um avanço muito rápido nesse sentido, algo que nem todas as cidades, mesmo as turísticas, estão presenciando. Acredito que o turismo interno [nacional] vai predominar e que teremos muito movimento”, comenta.

Turismo tende a ser mais regional

O empresário Isaac Pires, presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Balneário Camboriú e Região (Sindisol), afirma que o feriadão será ‘muito bom’, com ocupação na hotelaria girando em 75%. 

“Será um turismo mais regional e um pouco nacional também, porque é feriado em todo o país. O mês de novembro está sendo bom, estamos tendo um bom movimento na cidade, servindo como uma amostra do que teremos para a temporada. Para o Réveillon e janeiro estamos tendo boa procura, a perspectiva é de uma temporada muito boa, com um turismo mais nacional, mas deve vir bastante gente, sim”, explica.

Em cenário ‘pós’ pandemia, feriados ajudaram

A pandemia ainda não acabou, mas aos poucos o cenário está voltando ao normal, e os feriados ajudaram a movimentar a economia do turismo de Balneário, segundo a presidente do Balneário Camboriú Convention & Visitors Bureau, Margot Rosenbrock Libório. 

“Está bem legal o número de reservas, acredito em ocupação acima de 90% neste feriado. O pessoal já começa a chegar na sexta-feira (12), mas sábado e domingo (13 e 14) devem ser os principais dias de movimento. Geralmente toda semana de quinta a domingo já estamos tendo movimento bom, e agora com o feriado melhora ainda mais. Percebemos que estão vindo turistas de diversos lugares, da região Sul, claro, mas também do Nordeste, de Minas, do Rio de Janeiro, São Paulo também sempre nos prestigia”, conta, afirmando que por ser um feriado nacional permite que pessoas que moram em lugares mais distantes consigam se organizar e vir para ficar mais dias.

Reservas estão voltando a serem antecipadas

- Publicidade -

A pandemia mudou o comportamento dos turistas que estavam vindo para Balneário – em 2020 e meados de 2021 a maioria deixava para reservar na semana que viriam para a cidade. 

Porém, agora, segundo Margot, quem está fazendo isso fica na dependência de precisar se hospedar em hotéis que ainda tem vagas, sem poder escolher onde quer se hospedar por não ter mais quartos disponíveis. 

“Por isso, estamos recomendando que os turistas voltem a reservar o quanto antes. Por exemplo, para a primeira quinzena de dezembro estava lento o ritmo de reservas, mas já começou a melhorar bastante. Para a segunda quinzena já estamos praticamente lotados. Estamos acreditando que dezembro inteiro vai ser um mês bem positivo”, diz.

Expectativa com a abertura das fronteiras

As fronteiras terrestres dos países do Mercosul (com exceção do Paraguai) para o Brasil ainda seguem fechadas. Margot afirma que os empresários do turismo esperam que isso seja resolvido o quanto antes. 

“Regras e datas não foram definidas ainda, e precisamos que isso seja divulgado logo. Normalmente, os turistas estrangeiros que vêm para Balneário é de carro; dificilmente vão para o Nordeste de carro, mas a nossa distância é menor. Se esse público souber quando vai reabrir a fronteira e as regras, podem ter interesse. É um mercado importante que vem para preencher a fatia de Balneário. Inclusive depois que se voltou a falar sobre o assunto, voltamos a ter reservas e consultas online de turistas estrangeiros, que já estão se programando para vir”, acrescenta.

Balneário e região deverão ter bom movimento

(Divulgação/PMBC)

Antônio Carlos Lopes, conhecido como Cacau, preside a Associação Visite Bombinhas e é proprietário da Agência Casa do Turista, que tem unidade em Balneário e Bombinhas; ele diz que as duas cidades deverão ter um movimento ainda melhor do que nos últimos feriados. 

“Falando em Bombinhas, estamos percebendo que a maior parte dos hotéis e pousadas já estão lotados, e Balneário também está próxima da lotação máxima”, conta.

Cacau pontua que o que preocupa é a questão das fronteiras – o verão está próximo e não há ‘nenhum sinal concreto’ quanto a abertura delas. 

“A indústria de viagens precisa de antecipação para conseguir se planejar, montar pacotes. Sem turistas do Mercosul poderemos ter mais uma temporada fraca, apesar de ter períodos intensos de brasileiros precisamos dos turistas do Mercosul para complementar. E tendo uma segunda temporada fraca, isso vai ameaçar parte do setor de turismo do litoral de Santa Catarina”, analisa. 

Por isso, o empresário afirma que o sucesso do verão está totalmente ligado à abertura das fronteiras. 

“Esperamos que as lideranças do Estado levem esse nosso pleito a diante”, completa.

Hotelaria e atrativos turísticos com boas expectativas

Belen Papparella, presidente da Associação das Agências de Turismo Receptivo de Balneário Camboriú (RECEPTUR BC), diz que está sabendo que a hotelaria está praticamente lotada para o feriado e que os atrativos turísticos como Parque Unipraias, roda gigante, e aquário Oceanic também estão com boas expectativas. 

“Eles trabalham com vendas antecipadas, pelo online, e estão com uma previsão muito boa. A expectativa é de que será um feriado ainda melhor do que o do dia 2. Promete muito mesmo, tomara que o tempo acompanhe e que tenhamos sol (risos)”, destaca.

Segundo a empresária, que é proprietária das agências Sul Travel Turismo & Receptivo e MBP Travel, Balneário recebeu recentemente turistas do Chile e Bolívia, mas de forma aérea e que é preciso a liberação das fronteiras, já que a maioria dos turistas estrangeiros vem de carro. 

“Estamos vivendo dia a dia porque todo dia pode abrir no outro dia (risos). O aéreo não é um mercado que vai completar o movimento de Balneário, por isso a abertura é tão necessária. Porém, os argentinos vêm também após o Carnaval, o que é bacana porque a temporada acaba sendo ‘prolongada’. E, por outro lado, o nacional está bombando, com turistas vindos do Nordeste, de lugares mais longes. Na quarta-feira (10) chegou um grupo de Pernambuco, por exemplo. Estamos atingindo mercados no Brasil que antes não conseguíamos. Pelas estatísticas, Balneário hoje quase não tem mais vagas nos hotéis para o Réveillon, a expectativa é de três milhões de turistas visitando a praia, o que pode trazer outro tipo de inconveniente, como falta de água e problemas de energia, mas esperamos que não aconteça. Os turistas precisam vir, os problemas a gente vai solucionando”, pontua.

- Publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -