- Publicidade -
29 C
Balneário Camboriú
- Publicidade -
- Publicidade -

Leia também

- Publicidade -

Moradores acusam gestão Fabrício de conivência com esculhambação causada por bar na rua 951

Diversos moradores do Centro entraram em contato com o Página 3, para acusar a gestão Fabrício Oliveira de conivência com a esculhambação provocada por frequentadores da “conveniência” Ice Beer 951, localizada na rua 951, que inferniza a vida dos vizinhos.

Segundo os moradores, foram inúteis os apelos à fiscalização, à polícia e ao próprio prefeito, pois a aglomeração e o barulho continuam avançando pelas madrugadas.

O estabelecimento comercial não é uma conveniência, se dedica a vender “bebida barata” e a transmitir jogos de futebol.

Veja o texto enviado por uma moradora:

Boa tarde! Gostaria de contar com o apoio da Página 3, para divulgação de um problema que nós moradores do Edifício Eliane, Av Brasil com a esquina 951, Bloco B, enfrentamos há anos, com o Boteco da Galeria Camboriú. Principalmente finais de semana e dia de jogos, somos impossibilitados de dormir no quarto, devido à falta de respeito, pelas aglomerações, barulho, sim e algazarras até madrugada, desrespeitando a lei do silêncio. Fazem aglomeração nas janelas do nosso edifício que fica em frente ao Boteco, além de obstruírem a calçada com mesas, cadeiras e adolescentes, impossibilitando pedestres de circular pela calçada. Chamamos a polícia, quando vem se dispersam e logo voltam. Já   enviamos reclamação para ouvidoria da prefeitura e nada foi feito. Acho um desrespeito conosco, com idosos e trabalhadores que moram pela redondeza. Grata pela atenção. 

Aqui o relato de outra moradora:

- Publicidade -

Bom dia, venho falar em nome dos meus pais que moram neste edifício há anos, já são idosos e precisam descansar, sou de Lages e nesse feriado fui visitá-los e ninguém dorme à noite com a bagunça que está a rua cheia de pessoas, (sem máscaras) rindo, gritando, bebendo e se drogando e batendo nas janelas dos apts térreos, uma falta de respeito.

Urinam nas paredes, minha mãe já foi ameaçada por um rapaz que simbolizou uma arma com as mãos atirando nela, já não é a primeira reclamação que é feita aqui, a polícia é chamada vai lá, mas depois que saem volta tudo ao normal a bagunça, quando irão resolver o problema? Aguardo ansiosa uma providência.

- Publicidade -
- publicidade -
- publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -